Visite-nos e conheça nosso trabalho em serviço social e educação infantil de perto!

 

CASA DA EDITINHA

Rua Nossa Senhora dos Anjos, 711/717 - Chacára Mafalda - São Paulo - SP

Tel. 2674 1348 - E-mail: contato@casadaeditinha.org.br

  • Facebook - Casa da Editinha
  • Instagram - Casa da Editinha
  • Andrea Fonseca

Nosso presente e o futuro dos nossos filhos


Na noite passada tive um sonho com um

bebê tatuado. Acordei pensando:

“...E se esse bebê acabar se tornando um jovem ou adulto que detesta tatuagem”, isso sem considerar que a pele dele vai crescer e esticar aquela tatuagem de forma que não podemos prever.

Acredito que a mensagem acabou mostrando como as coisas que gostamos muito queremos para nossos filhos, tais como, time de futebol, religião, programas de TV, etc.…

Comecei a me perguntar uma série de coisas:

Será que dá para apresentarmos o mundo aos nossos filhos de maneira mais neutra, sem impormos nossas ideias sobre eles? Se quero que meu filho seja um ser-humano melhor e que respeite as diferenças, como posso dizer que meu time é melhor que outro?

Nós somos o real exemplo para nossos filhos. Lembro ter visto esse vídeo há alguns anos atrás, ele mostra o quanto o que fazemos hoje influencia o futuro dos nossos filhos: https://www.youtube.com/watch?v=YKV1y2cMlB4.

Claro que algumas coisas são vícios que até queremos parar, na maioria das vezes, mas existem outras coisas que já reconhecemos como boas, só precisamos tomar o cuidado em não “puxarmos a sardinha para um lado” sem mostrarmos que existem outras ideias que são boas também. Por exemplo, sou de uma religião e aprendo muito com ela, mas falo sobre as outras religiões como filosofias, pois todas elas têm algo que podemos aprender e nos ajudar a tornarmos melhores. E isso é o que quero que meu filho aprenda, ser um ser melhor, sempre.

As discussões e as guerras começam pelas diferenças e não pelas similaridades. Diferença de cor de pele, de sexo, de status social e tudo mais. Agora, se aprendemos desde pequenos que existem outras coisas além do que nossos pais sabiam e foram capazes de nos ensinar, nossos horizontes também se ampliam, não é mesmo? Imagine para os nossos filhos, que futuro terão e que pessoas serão?

Aqui está uma pequena lista que escolhi para fazer meu filho ter um futuro melhor:

  • Ler pra ele com amor e entusiasmos até que ele possa ler por si só para que goste mais de ler que ver TV ou jogar videogames.

  • Preparar nossa comida com amor e escolher ingredientes saudáveis, mas também, levá-lo a um fastfood e curtir comer guloseimas numa festa para que ele conheça e saiba que ele tem o poder da escolha e que tudo tem seu momento e que ambos são bons!

  • Quando cometer um erro na frente dele, reconhecer meu erro e corrigi-lo, mostrando a ele que podemos errar e que corrigir o erro é necessário para não criar consequências ruins para ninguém.

  • Todos os dias conversar com ele sobre dia dele e se algo no meu dia, também, foi relacionado com o dia dele juntarmos as duas experiencias, e sempre procurar trazer algo positivo para aprendermos juntos. Assim, ele verá que tudo que acontece a nossa volta está lá para nos ensinar.

  • E principalmente, falar tudo com amor e carinho, para que ele saiba não precisamos gritar, xingar ou ser grosseiro para transmitir o que estamos sentindo, queremos ou nossas necessidades.

Se todos nós começarmos a ensinar nossos filhos a serem mais humanos, não tem como haver corrupção, violência, fofoca, poluição e nada dessas coisas que achamos ruins. Nós somos o primeiro e principal exemplo na vida dos nossos filhos. Nosso presente colabora muito com o futuro deles.

Por favor, conte sua história com relação a como formamos o futuro dos nossos filhos, queremos muito escutar você.

Um grande abraço de todos nós da Casa da Editinha!

#comportamento #crianças #foconosoutros #família #serhumano #futuro

9 visualizações