• Andrea Fonseca

COMO TER CRIANÇAS MAIS FELIZES NO MUNDO


Uma grande quantidade de crianças no mundo é forçada a crescer em situações difíceis e de pobreza ou até mesmo miséria. Existem milhares de crianças e órfãos abandonados que foram submetidos a violência física e abusos verbais, não podem frequentar à escola, forçados a trabalhar em uma idade precoce, falta de apoio de pais ou outros adultos e vivem na pobreza.

A UNICEF declarou que as crianças da Holanda são as mais felizes do mundo. Existem artigos listando o que fazem destas crianças as mais felizes:

  1. Crianças brincam mais ao ar livre (inclusive bicicletas pra todo lado)

  2. Crianças e adultos comem chocolate no café da manhã

  3. Ambos os pais participam das atividades com as crianças

  4. Crianças sem lição-de-casa e sem stress pra aprender

  5. As crianças tem o direito de expressar sua opinião livremente

  6. Existe um dia da semana para passar com a vovó ou o vovô (materna e/ou paterna) ou a mamãe ou o papai

  7. O governo do país dá dinheiro para ajudar as famílias

Porém, como fazer com que crianças em situação de pobreza sejam felizes, também?

Aqui segue uma lista que podemos fazer para tornar crianças, em diversas situações de vida diferentes das vividas em países ricos, mais felizes:

  1. Elogie o que a criança cria, seu trabalho pra resolver algo e sua persistência

  2. Quando ela falhar ou errar, mostre com carinho e otimismo que ela pode tentar de novo ou melhorar qualquer coisa... e principalmente, que não há nada errado, apenas o padrão que conhecemos é outro.

  3. Permita que a criança brinque sem medo, explique como as coisas funcionam, inclusive os cuidados (sem pânico, as crianças são mais capazes de compreender sem gritos)

  4. Se ela quiser desistir pois o esforço é muito grande ou por ter medo, descubra como e ajude!

  5. Se ela mentir, observe porque ela está mentido e mostre com carinho que ela é um ser muito melhor que a razão pela qual ela quis mentir.

  6. Permita que a criança contribua com algo (dentro do limite da sua idade), pois isso fará com que ela se sinta útil e valorizada. Lembre-se de elogiar seu esforço – Atenção ao escolher essa atividade, a criança deve querer fazer, se sentir valorizada e nunca explorada!

  7. Pratique gratidão com ela: agradeçam juntos por situações, pessoas e momentos (evite agradecer coisas para não criar a dependência de coisas para gerar alegria, pois afinal, são as emoções nos nossos momentos que nos fazem felizes)

Juntos podemos mudar a vida dessas crianças.

Nosso principal objetivo é garantir que as crianças obtenham educação, boa saúde física e mental, onde possam se sentir seguras e prepará-las para a oportunidade de alcançar seus sonhos.

Leia mais sobre o que fazemos e como você pode se envolver em www.casadaeditinha.org.br

#solidariedade #crianças #felicidade

0 visualização

Visite-nos e conheça nosso trabalho em serviço social e educação infantil de perto!

 

CASA DA EDITINHA

Rua Nossa Senhora dos Anjos, 711/717 - Chacára Mafalda - São Paulo - SP

Tel. 2674 1348 - E-mail: contato@casadaeditinha.org.br

  • Facebook - Casa da Editinha
  • Instagram - Casa da Editinha